Emoções | Divertida Mente

TÍTULO | Divertida Mente
DIRETOR | Peter Doctor
GÊNERO |Animação, Comédia
NACIONALIDADE | EUA
LANÇAMENTO | Junho de 2015
DURAÇÃO | 1h34min
Sinopse | Riley é uma garota divertida de 11 anos de idade, que deve enfrentar mudanças importantes em sua vida quando seus pais decidem deixar a sua cidade natal, no estado de Minnesota, para viver em San Francisco. Dentro do cérebro de Riley, convivem várias emoções diferentes, como a Alegria, o Medo, a Raiva, o Nojinho e a Tristeza. A líder deles é Alegria, que se esforça bastante para fazer com que a vida de Riley seja sempre feliz. Entretanto, uma confusão na sala de controle faz com que ela e Tristeza sejam expelidas para fora do local. Agora, elas precisam percorrer as várias ilhas existentes nos pensamentos de Riley para que possam retornar à sala de controle - e, enquanto isto não acontece, a vida da garota muda radicalmente.
Quando Riley nasceu, suas emoções começaram a surgir dentro da cabeça dela, começando pela Alegria (que talvez por ser a primeira a surgir fica sendo a líder). De acordo com o crescimento de Riley novas emoções surgiram: a Tristeza, o Medo, a Raiva e o Nojinho; cada uma proporcionava memórias diferentes para Riley que iam sendo guardadas em lugares específicos, as principais, chamadas de memórias base são as que fazem surgir às ilhas do caráter da menina. 

Tudo estava ótimo até que os pais da menina resolveram mudar de Minnesota para a Califórnia, mudando com isso a vida deles. Após um pequeno incidente na sala de comando, no qual a Tristeza muda à emoção de uma memória base e ela e Alegria são expelidas para fora da sala. É então que as coisas começam a tomar um rumo diferente, a sala de comando fica um pouco caótica já que Alegria não esta lá para dizer o que tem que ser feito e as outras emoções têm de assumir o comando. 

Alegria e Tristeza terão de percorrer um longo caminho pelas diversas áreas da mente de Riley - Memória de Longo Prazo, Terra da Imaginação, Pensamento Abstrato e Produções de Sonhos - para conseguirem voltar à sala de comando levando as memórias base que foram expelidas junto com elas e colocar tudo em ordem. Enquanto isso as coisas vão se complicando para Riley que vai perdendo as ilhas do caráter por não ter as memórias para sustentá-las. Raiva tem a ideia de a menina fugir de casa e voltar para sua antiga cidade, ao colocar essa ideia em prática o painel de comando para de funcionar e Riley para de sentir todas as suas emoções.

No fim o filme mostra que com as Emoções trabalhando juntas, dividindo o comando surgem memórias mescladas com duas ou mais emoções, melhoram o ambiente e fazendo algumas ilhas de caráter retornar e muitas outras surgirem.

Riley é uma pré-adolescente, inicialmente com traços bobos, ótima jogadora de hockey, depois passa a ser aquela menina chata, birrenta, melancólica e um pouco mimada (como a maioria dos pré-adolescentes).

Achei o filme é maravilhoso, engraçado, bem elaborado, todo o mundo na cabeça de Riley é lindo, super bem desenhado, trás coisas que nos faz pensar, com um uma ótima lição: Todas as emoções são importantes, por pior que possa parecer (como a Tristeza) ela é importante, pois molda o caráter das pessoas, é por causa de cada uma delas que coisas diferentes acontecem em nossas vidas (boas ou ruins) e um dia veremos a utilidade delas.

Adorei! Super-recomendo!

Comentários

  1. Eu adoro as animações da Disney Pixar,o filme parece ser legal,mostrar a "bagunça de emoções" na pré-adolescência,rs.Vou assistir!Beijos :3

    http://everything2k.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas