Muito mais que uma princesa, Laura Lee Guhrke


"Muito mais que uma princesa" foi um dos primeiros livros de época que li e comecei a me apaixonar por essa linha de redação.

Título | Muito mais que uma princesa
Autor | Laura Lee Guhrke
Editora | Essência
Ano | 2008
Páginas | 344
Filha ilegítima de um príncipe e de uma famosa cortesã, Lucia viveu confinada em escolas e conventos durante a maior parte de seus vinte anos. Mas a austeridade dos ambientes não a impediu de provocar um escândalo depois do outro. Exasperado, o príncipe Cesare de Bolgheri decide que a filha deveria se casar - e quanto antes. Controlar Lucia passaria a ser problema do marido. Para arranjar o casamento, Ian Moore, o mais respeitado diplomata britânico, é chamado às presas de uma missão na Anatólia. De volta à Inglaterra, ele promete a si mesmo que achará um marido para Lucia em poucas semanas, mas logo vê que sua experiência de diplomata talvez não seja suficiente para quebrar a resistência da moça. Apesar de não faltarem candidatos convenientes à nobreza e ansiosos para dividir o leito com uma jovem tão atraente, nenhum está à altura do espírito e da paixão de Lucia. Como convencer Lucia a casar-se por imposição do pai, e não por vontade própria? Será que algum acordo é possível quando é o amor que está em jogo? Sir Ian descobrirá que, muitas vezes, é mais difícil negociar com uma mulher do que com chefes de Estado.

Nesse livro, que descobrir ser uma série - o quarto livro, para ser mais precisa - conta a história de Lucia Valenti, a filha ilegítima do príncipe italiano Cesare de Bolgheri e filha de uma cortesã que passou a boa parte da vida sendo escondida da sociedade. Sem a mãe por perto e sem o carinho do pai, Lucia era a perfeita filha rebelde, aprontando tudo o que não lhe era ensinado pelas freiras nos colégios que frequentará ao longo da vida. Em contra partida, ela se tornou uma mulher forte, curiosa, teimosa, encantadora e muito persuasiva. Consciente de seu charme, Lucia é esperta e sabe como convencer um homem a ceder aos seus encantos, conseguindo assim, escapulir constantemente do controle de seu pai. Mas, por trás dessa marra toda, está a garotinha que sempre quis ter os pais por perto.
... adoro um desafio. O fato de me proibirem de fazer alguma coisa me dá uma enorme vontade de fazer exatamente aquilo.
- E quando você desrespeita as regras, papai tem que se lembrar que você existe.
Lucia ficou tensa com as palavras da irmã.
- Isso também - admitiu Lucia, dando uma tragada no cigarro. Soprando a fumaça, acrescentou: - Por que ele deveria poder fazer de conta que eu nunca nasci?
Só que ela passa dos limites e envolve a filha legítima do príncipe, fazendo com que ele recorra a um embaixador britânico conhecido pela família por tratar de acordos políticos a mando de sua nação, o Sir Ian Moore, para encontrar um inglês de nome e posses para se casar com Lucia. Porém, Sir Moore vê sua honra abalada por ser rebaixado a mero casamenteiro e não vê a hora de casar logo a filha bastarda do príncipe e poder voltar ao serviço que realmente lhe convém. Mas, Lucia não gostou nem um pouco disso e fará o possível para dificultar o trabalho de seu casamenteiro.

Tudo que eu quero, tudo o que eu sempre quis, é um homem. Apenas um. Para me amar do jeito que eu sou, sem ter vergonha de mim ou querer me mudar. Há algo de errado nisso?

Acostumada a lutar por seus desejos, Lucia não se deixa intimidar pela figura imponente de Ian, e já que bater de frente com ele não resolve, ela decide apelar ao seu charme para conseguir que ele ceda à sua única condição, encontrar um marido que ela seja capaz de amar. Ao mesmo passo, Ian logo percebe as manobras de Lucia, mas por mais que ele tente, não consegue manter-se totalmente distante dos encantos dela.

Uma leitura rápida e gostosa, para aquele final de semana que não vamos sair. Um livro cheio do clichê que amamos e recheado de romance daqueles que só acaba bem nas ultimas páginas para ficar o gosto de 'quero mais'.

Boa leitura!

Comentários

  1. Oi, Nilzete! Tudo? Nossa, esse livro está na minha lista de leitura já faz um bom tempo! Gostei muito de sua resenha e já vou colocar ele na meta do ano que vem, pois 2015 tá acabando e eu tô pendurada com um monte de livro pra ler ainda hihihi.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ai, Jéssica? Muito mais que uma princesa entrou na lista esse ano?

      Você vai amar ^^

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas