Os Hathaways 5 - Paixão ao Entardecer, Lisa Kleypas


Paixão ao Entardecer é o quinto e último livro da coleção de romances de época “Os Hathaways” que conta as histórias dos irmãos Hathaways (veja a resenha de “Desejo à Meia-Noite”, a de “Sedução ao Amanhecer”, a de “Tentação ao Pôr doSol” e a de “Manhã de Núpcias”). Paixão ao Entardecer conta a história de Beatrix Hathaway e Christopher Phelan.

Título | Paixão ao Entardecer (Os Hathaways - Livro 5)
Autora | Lisa Kleypas
Editora | Arqueiro
Ano | 2015
Páginas | 272
“Mesmo sendo uma família nada tradicional, quase todos os irmãos Hathaways se casaram até mesmo Leo, que era o mais avesso a essa ideia. Mas para a caçula Beatrix, parece não haver mais esperança. Dona de um espírito livre, apaixonada por animais e pela natureza, Beatrix se sente muito mais à vontade ao ar livre do que em salões de baile. E, embora já tenha frequentado as temporadas londrinas e até feito algum sucesso entre os rapazes, nunca foi seriamente cortejada, tampouco se encantou por nenhum deles. Mas tudo isso pode mudar quando ela se oferece para ajudar uma amiga. A superficial Prudence recebe uma carta de seu pretendente, o capitão Christopher Phelan, que está na frente de batalha. Mas parece que a guerra teve um forte efeito sobre ele, e seu espírito, antes muito vivaz, se tornou bastante denso e sombrio. Prudence não tem a menor intenção de responder, mas Beatrix acha que ele merece uma palavra de apoio – mesmo depois de tê-la chamado de estranha e dito que a jovem é mais adequada aos estábulos do que aos salões. Então começa a escrever para ele e assina com o nome da amiga. Beatrix só não imaginava o poder que as palavras trocadas teriam sobre eles. De volta como um aclamado herói de guerra, Phelan está determinado a se casar com a mulher que ama. Mas antes disso vai ter que descobrir quem ela é.”

Quem leu os outros quatro livros desta coleção sabe que os Hathaway são uma excêntrica família de origem humilde, que entrou na alta sociedade londrina graças ao titulo de visconde de Ramsay que Leo herdou após a morte de todos outros possíveis herdeiros do titulo, pouco depois da morte de seus pais. A família aumentou bastante desde o começo da coleção, todos os quatro irmãos se casaram e tiveram filhos, duas das irmãs - Amelia e Win - casaram com ciganos (os ciganos são vistos com maus olhos pela sociedade), Leo casou com a ex-governanta da casa e Poppy com o dono de um luxuoso hotel de Londres. Agora é a vez de Beatrix Hathaway se apaixonar, mas a irmã caçula desta excêntrica família prefere estar ao ar livre com seus queridos animais a estar em um salão de baile.

Beatrix Hathaway cresceu e se tornou uma mulher bonita de cabelo castanho escuro e olhos azuis, com um espírito livre e é amante de natureza. Sempre apaixonada por animais (em especial os feridos), ela tem uma vasta coleção de animais selvagens. Mesmo não gostando participou de algumas temporadas em Londres e fez algum sucesso, mas devido ao seu jeito diferente e a família pouco convencional dela, os rapazes nunca a cortejaram seriamente, o que a levou a acreditar que nunca encontrará o amor.

Christopher Phelan, segundo filho que uma família aristocrática era um homem bonito, alto, de olhos chapeados e cabelo cor de trigo, egoísta, arrogante, mimado, favorito entre as damas de Londres, se envolvia em escândalos amorosos, comprou uma comissão do exercito aos 22 anos. Mas a guerra o fez mudar bastante ao ponto de mau ser reconhecido. Ele volta como um herói de guerra, mais maduro e com vários traumas causados pela guerra.

Beatrix esteve com Christopher Phelan em duas ocasiões, a primeira em um baile local, onde ela o tinha julgado como o homem mais arrogante do Hampshire. A segunda vez oi em um piquenique, onde tinha trocado de opinião: ele era o homem mais arrogante do mundo inteiro.”

Beatrix não imagina como sua vida vai mudar quando se oferece para ajudar sua amiga Prudence a responder uma carta de seu pretendente, o capitão Christopher Phelan, que está lutando na guerra da Crimea. Como Prudence não tem intenção nenhuma de responder a carta do capitão Phelan e Beatrix, após ler a carta acha que ele merece uma resposta que o distraia do triste ambiente de guerra que ele está, Prudence sugere que Beatrix escreva em seu lugar para o capitão.

Beatrix não gostava de Christopher, o considerava a criatura mais arrogante do mundo inteiro após ouvi-ló dizer que ela “é uma criatura peculiar” e que “se adapta mais aos estábulos que à sala”. Mas se comoveu com a vulnerabilidade das palavras que encontrou na carta escrita a Prudence, A carta também cita um cachorro, Albert, que o segue por toda parte.

Beatrix começa com a intenção se escrever apenas uma carta, mas acaba trocando cartas com Christopher por um longo tempo e ambos acabam se apaixonando. Mas Christopher acredita estar se correspondendo com Prudence. Quando Beatrix percebe que está apaixonada resolve por fim as cartas, mas acaba enviando a carta errada. A guerra acaba e Christopher volta querendo sossego e encontrar sua amada (que ele acredita ser Prudence).

Não posso mais escrever de novo. Não sou quem acha que sou. Não tinha a minha intenção de enviar cartas de amor, mas isso que elas se tornaram. No meu caminho até você, as palavras se transformaram nas batidas do meu coração gravadas no papel. Volta, por favor, volte para casa e descubra quem sou.”

Quando o capitão Phelan volta convertido em herói de guerra e herdeiro de Riverton após a morte do irmão, Prudence tem total interesse em casar com ele. Mas ele está apaixonado pela mulher que escreveu as cartas para ele, e como Prudence nunca lhe escreveu nada, ela só tem as cartas que ele enviou.

O capitão Phelan leva Albert para Hampshire com ele após a guerra, mas o cachorro tem um comportamento terrível, e ataca todos que se aproximam. Beatrix com seu amor pelos animais ganha a confiança de Albert e é o cachorro que a aproxima de Phelan. Phelan sem sente atraído por Beatrix desde a primeira vez que a vê com Albert, essa atração só aumenta cada vez que a vê e ele conheça a gostar dela. Ele passa a frequentar Ramsey House e se sentir bem com a inteligente, bem humorada, família Hathaway.

Enquanto Phelan está em Londres com Prudence, Beatrix adestra e cuida de Albert. Após algum tempo com Prudence, Phelan percebe que ela nada tem em comum com a mulher por quem ele se apaixonou, continua sendo a linda, mas superficial Prudence que ele conhecia antes da guerra e resolve descobrir quem realmente escreveu as cartas.

“-Escuta minhas palavras, Audrey, vou me casar com a mulher que escreveu esta carta. - Estou escutando. – assegurou-lhe – Veremos se cumpre o que diz.”

Ao voltar para Hampshire, Phelan descobre que Beatrix sequestrou Albert, vai buscá-lo e se surpreende ao encontrar um Albert dócil e tranquilo. Phelan descobre que foi Beatrix que escreveu as cartas. Ela cuida de Phelan da mesma forma que cuida de seus animais feridos e aos poucos ele vai melhorando, mas ainda há um longo caminho a percorrer até que Phelan sinta que pode confiar em si mesmo para estar com Beatrix.

“- Minha irmã sempre teve uma notável habilidade com os animais – disse Amelia – Muitas vezes me perguntei o que aconteceria se Beatrix colocasse na cabeça reformar um homem. Leo sorriu. - Proponho que encontremos um em realidade revoltante, um folgado amoral, podemos lhe dar a Beatrix. Ela o terá marcando o passo dentro de quinze dias.”

Um história de amor linda, emocionante, apaixonante, com momentos quentes, tristes e engraçados. Gostei de Beatrix desde o primeiro livro, seu amor pelos animais é lindo. Uma menina doce, cheia de alegria e boas intenções, a Hathaway mais adorável. O livro mostra a linda relação de Albert e Phelan, e como eles cuidam um do outro, ambos marcados pela guerra e encontram alguém que os ama e cuida deles. Um cachorro muito fofo e esperto.

Um final perfeito para a coleção. Indico a coleção completa a todos, não tenho duvida que quem ler vai se apaixonar por ela assim como eu. Todos os livros são maravilhosos. Os Hathaways são pessoas loucas, mas super legais. Nunca tinha lido nada da Lisa Kleypas, mas agora ela está entre minhas autoras favoritas. Escreve de uma forma leve e que me prende ao livro do começo ao fim.

Comentários

  1. Olá, Kaliane.
    Confesso que romances não me atraem muito, mas como gostei da confusão das cartas e como o livro parece ser bem doce, talvez dê uma chance.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de agosto. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
  2. Olá tudo bem? Eu gostei muito do seu blog. Eu também tenho um blog literário e gostaria de propor uma parceria com Os Tesouros de Uma Leitora Compulsiva.
    Beijos

    cholandaoficial.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Heey!
    Esse livro parece ser muito legal, com certeza vou procurar saber mais sobre essa série ^~^
    Seu blog é fascinante, já estou seguindo!!
    Abraços
    Blog - Desbravando o Infinito

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas